DICAS

Como instalar Windows 10 em um PC com Shell EFI

Atualmente é muito comum você encontrar novos computadores e notebooks à venda com a descrição “Shell EFI” na parte do sistema operacional (SO), principalmente quando falamos de equipamentos voltados para jogos. Trata-se de uma Interface de Firmware Extensível (EFI) que permite alguns comandos básicos ao ligar a máquina. Hoje mostraremos como instalar o Windows 10 em PCs que vêm de fábrica com essa configuração.

Apesar do trabalho que dá o processo de instalação, o uso da Shell EFI confere ao usuário total liberdade sobre a sua máquina, podendo optar por qual sistema operacional deseja instalar (entre tantas versões de Windows e distros de Linux disponíveis). Muitas vezes, pode ser inclusive que o comprador já possua uma licença e queira transferi-la.

Muitas vezes, pode ser inclusive que o comprador já possua uma licença e queira transferi-la.

Caso seja a sua primeira vez instalando o Windows 10 “do zero”, saiba que a tarefa é muito mais simples do que muitos imaginam. Com um pendrive, o nosso guia e alguns minutos, você terá um sistema instalado e rodando perfeitamente. Vamos começar!

Antes de tudo: configure a sua BIOS

O primeiro passo para você instalar o Windows 10 a partir de uma mídia removível é certificar-se de que ela será o primeiro item lido durante a sequência de boot do novo computador (antes do seu disco rígido). Para fazer isso, ao ligar o PC, pressione a tecla que será indicada na tela. Normalmente a tecla é a Delete (ou Del, a depender do teclado). Algumas fabricantes também utilizam as teclas F2, F8, F9 e F11.

Já na BIOS, procure por opções que definam a sequência de Boot. Normalmente você verá essa opção descrita como “Boot Option Priorities”, “Boot Sequence”, entre outros. Vejam um exemplo com uma BIOS abaixo:

Utilizando um pendrive ou o DVD do Windows, reforçamos que o importante é apenas deixar essas mídias configuradas para serem lidas antes do seu disco rígido. Salve as configurações e saia da BIOS pressionando a tecla F10 e confirmando em seguida.

Método 1 – Instalando a partir de um pendrive USB

Instalar o Windows 10 a partir de um pendrive USB é o método mais rápido (principalmente se for com um dispositivo 3.0). Outra vantagem é que o programa da Microsoft fará o download da versão mais recente do sistema, garantindo uma instalação mais limpa, sem necessidade de tantos complementos após a conclusão do procedimento. Esse é o melhor método também para aqueles que compraram máquinas sem leitores de DVD.

Em contrapartida, você precisará de um Pendrive com no mínimo 8 GB de armazenamento e de um computador que tenha o Windows funcionando para criar o seu “Instalador USB”.

Criando o dispositivo de instalação

Em um computador com Windows, navegue até o site da Microsoft (clicando neste link) e escolha a opção “Baixar a ferramenta agora”, como mostrado na imagem abaixo:

Execute o arquivo baixado e aguarde até que o programa realize todos os preparativos necessários. Após, aceite os termos de contrato e selecione a opção “Criar mídia de instalação (pen drive, DVD ou arquivo ISO) para outro computador”.

Na próxima tela, marque a opção “Usar as opções recomendadas para este computador”, conforme imagem acima. Normalmente o aplicativo selecionará a versão de 64-bit do Windows 10, em português. Modifique caso ache necessário ou queira outro idioma de instalação e interface.

Avançando mais uma tela, selecione “Unidade flash USB”, atentando-se para o requerimento mínimo de 8 GB de armazenamento. Note que, caso prefira, é possível gravar um DVD de instalação. Depois, plugue o pendrive na máquina, atualize a lista de unidades e selecione-a. Todos os dados contidos nela atualmente serão apagados. Depois de alguns minutos a ferramenta de criação confirmará que a sua mídia está pronta.

É hora de retirar o pendrive e voltarmos ao PC novo que receberá o Windows 10.

Iniciando a máquina a partir do Pendrive

Plugue o pendrive na máquina em que pretende fazer a instalação do sistema. Ligue-a em seguida. Se você corrigiu a sequência de BIOS e colocou a leitura de mídias removíveis em primeiro lugar, verá um aviso na tela pedindo para que pressione qualquer tecla para começar a instalação do Windows.

Fazendo isso, o instalador do sistema operacional carregará, mostrando a logo do Windows. Em seguida, confirme o idioma de instalação e insira a sua chave do Windows 10. Caso não a tenha em mãos agora, é possível optar por inseri-la mais tarde.

Como você está fazendo uma instalação nova, haverá apenas a opção personalizada. Confirme o disco rígido no qual o Windows será instalado quando chegar à tela de gerenciamento de discos e confirme para começar a cópia dos arquivos. Após alguns minutos (e possíveis reinicializações programadas), você será recebido pela tela de boas-vindas do sistema operacional.

Concluindo a sua instalação do Windows 10

A partir desse ponto não haverá mais segredos. Basta seguir as configurações descritas na tela. Dentro de mais alguns minutos você chegará à tela de configuração inicial do sistema, na qual são definidos padrões de teclado, país, fuso e idioma.

A próxima tela pergunta se você pretende utilizar configurações expressas do sistema (que resultam em um processo mais rápido) ou se pretende modificar as configurações. Entre as possibilidades estão a desativação da Cortana, por exemplo.

Depois de baixar as atualizações mais críticas, a Microsoft também pergunta se você pretende utilizar uma conta de e-mail para sincronizar seus dados e preferências entre dispositivos, ou se pretende utilizar apenas uma conta local, sem recursos de sincronização. Agora é só instalar os seus programas e jogos favoritos. Boa diversão!

Método 2 – Instalando a partir do DVD do Windows 10

A instalação por DVD oficial do Windows 10 tem como vantagem o fato de você não ter que realizar nenhum tipo de preparativo. Basta configurar a sequência de Boot na BIOS, pressionar uma tecla para iniciar a partir da mídia e seguir a sequência descrita acima, referente à instalação via pendrive.

Apesar de não requerer a criação da mídia, a instalação por DVD oficial exige que você tenha um leitor interno ou USB para ler o disco. A cópia dos dados também é mais lenta em relação ao método do pendrive. Por fim, você não estará instalando a versão mais atual disponível do Windows 10, sendo necessário atualizar manualmente o computador quando a instalação terminar.

Caso você prefira, também é possível gravar um DVD próprio com os arquivos de instalação do Windows. Para fazer isso é só escolher a opção “Arquivo ISO” na ferramenta de criação de mídia que linkamos acima e gravar os conteúdos da imagem gerada no seu programa de gravação de DVD predileto.

Loja 2AM Gaming

Fonte: PC Gamer, Microsoft, PC Steps