NOVIDADES

10 melhores jogos de terror para você ter pesadelos

Você tem pavor do escuro? Teme os monstros que habitam o fundo do porão? Ou quem sabe se desespera com a possibilidade de alienígenas devorarem as suas entranhas? Seja qual for o seu medo, a nossa lista tem algo para você. Falaremos de 10 dos melhores jogos de terror, prontinhos para perturbar o seu sono com os piores pesadelos.

Apesar de estar numerada, a ordem em que os jogos aparecem não quer dizer que uns são melhores ou piores do que os outros. Aqui, todos receberam o nosso Selo de Aprovação do Medo. Preparado para reviver seus piores pesadelos? Vamos aos nomes!

1 – Until Dawn

Inspirado em jogos como Evil Dead e Heavy Rain, Until Dawn foi inicialmente projetado como uma demonstração para o PlayStation Move. Ainda bem que a equipe teve ambições maiores e migrou para a atual geração, escalando talentos como Rami Malek, Hayden Panettiere, Brett Dalton, Nichole Bloom, e Peter Stormare na parte da atuação e captura de movimentos.

A história gira em torno de um grupo de amigos e do desaparecimento de duas irmãs, um ano antes da história principal. A trama tem tabuleiros de Ouija, muitos sustos e um assassino que pretende acabar com cada um dos integrantes. O mais aterrorizante é que a dinâmica segue o estilo Clock Tower, com o vilão mascarado dando as caras de tempos em tempos.

Todas as suas escolhas contam. Elas influenciam diretamente os fatos e são a diferença entre a vida e a morte (sempre brutal) dos seus amigos. Isso faz com que Until Dawn possa ser saboreado diversas vezes, cada uma com um toque diferente de medo e crueldade.

2 – Fatal Frame 2: Crimson Butterfly

Na maioria dos jogos você encara os monstros com armas e explosivos. Não é o caso de Fatal Frame. Aqui você controla uma garota frágil, cuja única forma de sobreviver contra ataques intermináveis de fantasmas orientais e sedentos por sangue é uma câmera fotográfica. O jeito é encarar o “mal” bem de frente.

Resultado de imagem para fatal frame 2

3 – Dead Space

Os necromorphs são algumas das criaturas mais horripilantes já conceitualizadas. Seus corpos são como uma mistura de zumbis, demônios e aranhas, juntando alguns dos maiores medos de muitos em um só corpo. Eles também não caem fácil. Isaac precisava de uma boa mira e de muitos disparos para abater os monstrengos que surgiam muitas vezes nos locais mais inusitados.

4 – Clock Tower

O clássico do maníaco da tesoura foi lançado pela primeira vez em 1995, em uma era de transição para os gráficos poligonais. O jogo inovou por permitir diversas saídas em cada um dos ataques do assassino, levando jogadores a pensarem rapidamente e serem criativos para salvarem suas vidas.

5 – Silent Hill 2

Quando falamos de terror, Silent Hill é nome obrigatório. O difícil é decidir qual das versões mais representa a franquia que aterrorizou gerações. Foram tantos sustos e momentos de medo desde a primeira versão no PlayStation 1… Ainda assim, Silent Hill 2, lançado originalmente para PlayStation 2, foi o jogo que elevou o patamar do gênero.

Quem jogou deve se lembrar bem da sensação de encarar o Cabeça de Pirâmide no fim do corredor, das manequins sem cabeça e daquela insuportável interferência no rádio, avisando que o perigo estava a um passo.

6 – Outlast

Em Outlast você controla um jornalista, armado apenas com a sua coragem e a câmera de vídeo. Depois de receber denúncias sobre um hospício, o repórter parte para as investigações. O que os jogadores encontrarão pelo caminho é uma pilha de corpo mortos (ou não), além de inimigos que estão loucos para atacá-los no escuro. Utilize a visão noturna da sua câmera e reze pela sua vida.

7 – Alien: Isolation

Alien: Isolation foi um jogo que passou por baixo dos radares de muitos. Talvez isso tenha acontecido porque seu lançamento coincidiu com a chegada dos “novos” PlayStation 4 e Xbox One. O jogo é uma verdadeira homenagem aos clássicos do cinema, desde a ambientação à fidelidade dos Xenomorfos.

Os eventos de Alien: Isolation se passam 15 anos depois do clássico dos cinemas de 1979. Você controla Amanda Ripley, a filha de Ellen.

8 – P.T.

O sonho de um novo Silent Hill estava se transformando em realidade. Comandado por Hideo Kojima e com o apoio do cineasta Guillermo del Toro, o novo jogo seria baseado na perspectiva de primeira pessoa, tendo inclusive a participação do ator Norman Reedus (que hoje é o protagonista em Death Stranding).

Fechados em uma casa assombrada, os jogadores tinham que explorar o cenário resolvendo alguns quebra-cabeças bem complexos (a intenção de Kojima era prender os jogadores na versão completa por no mínimo um mês até conseguirem fechar o game). Sem meios de defesa, os jogadores eram forçados a correr de aparições e outros perigos, no maior clima de terror e suspense.

Uma pena que a reestruturação da Konami e o racha entre ela e o criador de Metal Gear veio logo a seguir, acabando com o sonho de uma legião de fãs ao redor do mundo. O download foi removido da loja, o que levou ao leilão de milhares de consoles que ainda possuíam P.T. instalado.

9 – Amnesia: The Dark Descent

Um dos mais agoniantes. Amnesia merece estar na lista não só por ser um excelente jogo de terror, mas também por todo o trabalho em torno de sua atmosfera. O clima do jogo é pesado do início ao fim, com um trabalho espetacular de áudio. Se você tiver um bom par de fones de ouvido, prepare-se para (quase) morrer do coração algumas vezes com as pulsações, portas se quebrando e sons de passos amedrontadores.

A jogabilidade é bem interativa, permitindo que você explore cada canto do cenário em busca de ferramentas e soluções para os puzzles. Mesmo sendo mais antigo (lançado em 2010), ainda vale a pena passar pela experiência.

10 – Resident Evil 7

Depois de uma sequência de jogos que penderam muito mais para a ação do que para o suspense e terror clássico, a série Resident Evil sofre uma reinvenção, passando para a perspectiva de primeira pessoa.

No sétimo episódio numerado você controla Ethan Winters. Achando que sua esposa está morta, o protagonista recebe uma mensagem enigmática que o leva até uma plantação no interior de Louisiana. Chegando no local indicado, Ethan encontra a sua amada, mas é brutalmente atacado por ela, tendo sua mão arrancada.

Cabe a você descobrir o que vem a seguir, mas esteja preparado para uma overdose (no bom sentido) de sustos e alucinações. RE 7 brinca com a percepção de realidade do jogador e provoca arrepios até em quem está acostumado com as tramas mais pesadas. Resident Evil 7 foi lançado para Xbox One, PC e PlayStation 4 em 2017, ganhando uma versão via streaming para Nintendo Switch em meados de 2018 – o lançamento desta última se limitou ao Japão.

Confessamos que o lançamento recente de Resident Evil 2 Remake balançou nossos corações e quase trocamos o jogo escolhido. Por isso, vale a menção honrosa para fecharmos a nossa seleção.